Quarta, 19 de Junho de 2024
Brasil Brasil

Bombeiro baiano relata cenário de 'destruição' no Rio Grande do Sul

Coronel do Corpo de Bombeiros da Bahia, que está atuando no Rio Grande do Sul, relatou cenário de 'destruição', dificuldades e esperança dos gaúchos

10/05/2024 17h13 Atualizada há 1 mês
Por: Redação Fonte: IBahia
Foto - Reprodução IBaha/ CBMBA
Foto - Reprodução IBaha/ CBMBA

Já faz uma semana desde que os 22 bombeiros baianos saíram de Salvador em direção ao Rio Grande do Sul, estado atingido por enchentes e fortes chuvas que já deixaram mais de 100 mortos e quase 400 mil desalojados. Ao iBahia, o coronel Jadson Almeida, que faz parte do grupo, descreveu o cenário de "destruição".

"Cenário de muita destruição. Nós chegamos em Porto Alegre, e fomos designados pelos bombeiros deles para trabalhar na região da serra, que naquele momento era uma das regiões mais atingidas e com muitos deslizamentos. Durante o percurso [de deslocamento] já começamos a ver áreas sendo inundadas", conta.

Com 35 anos de carreira, segundo o coronel que também atuou no extremo sul da Bahia, quando mais de 400 mil pessoas foram afetadas pela chuva em 2021, a tragédia no Rio Grande do Sul choca pela extensão de municípios atingidos.

Continua após a publicidade

"Na Bahia, a gente teve vários municípios e enchentes em 2021. Mas aqui no Rio Grande do Sul, a extensão e a forma como a população está sendo atingida é algo que é considerado, inclusive por eles, como o maior incidente desse tipo no Rio Grande do Sul de todos os tempos", avalia. "Então, é algo que a gente fica assustado com a proporção. O número de cidades atingidas, o número de pessoas desabrigadas", relata.

Os bombeiros baianos estão alocados em duas cidades: Caxias do Sul e Bento Gonçalves, ambos municípios a cerca de 3h da capital, Porto Alegre. Eles também estão atuando nas regiões próximas da serra, como Gramado, Canela, São Francisco de Pádua.

Segundo o coronel Jadson, desde que chegaram eles localizaram seis corpos e procuram outros quatro. Além disso, seguem em busca de pessoas desaparecidas, que ainda não sabem se estão com vida ou isoladas em algum local. Pelo menos 212 pessoas e 20 animais foram resgatadas pelas equipes dos baianos.

"A gente tem feito buscas com helicópteros cedidos pelo Corpo de Bombeiros [do Rio Grande do Sul] para que nossas equipes se desloquem, assim como por via terrestre. Os locais onde consegue chegar uma viatura, a gente vai com a viatura. Quando não consegue, a gente vai a pé", conta.

Ao iBahia, o coronel Jadson Almeida explicou também que um ponto de dificuldade para os resgates e para a comunicação entre as pessoas e os militares é a falta de energia. Ele conta que em uma das ocorrências foi necessário fazer uma transposição de rio em um dos locais, uma estratégia para levar água de um local para outro, para conseguirem transpassar um cabo de energia elétrica para um comunidade.

"Quando não tem energia elétrica, eles não conseguem conservar alimentos e precisam de monitoramento constante. Então, quando a gente leva energia, eles já conseguem conservar os alimentos que recebem, eles já conseguem comunicação e isso facilita, porque a gente manda mensagem perguntando se está tudo bem e eles respondem", explica.

 Bombeiro baiano relata cenário de 'destruição' no Rio Grande do Sul
Bombeiro baiano relata cenário de 'destruição' no Rio Grande do Sul. Foto: CBMBA

Ainda segundo ele, isso é importante já que a região onde essas pessoas estão é extensa e com vários pontos de risco de deslizamento.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Terra Nova, BA
Atualizado às 14h07
28°
Parcialmente nublado

Mín. 19° Máx. 28°

28° Sensação
3.97 km/h Vento
48% Umidade do ar
100% (0.66mm) Chance de chuva
Amanhã (20/06)

Mín. 19° Máx. 28°

Chuvas esparsas
Amanhã (21/06)

Mín. 19° Máx. 28°

Chuvas esparsas
Mais lidas
Ele1 - Criar site de notícias