Quarta, 18 de Maio de 2022
Bahia Estudo

Bahia mantém números alarmantes de mortes por choques elétricos

A Bahia, que constantemente está no topo do ranking de mortes provocadas por choques elétricos ficou em terceiro lugar em 2021

10/05/2022 07h39
Por: Redação Fonte: Bocão News
Foto - Reprodução BNews
Foto - Reprodução BNews

A Bahia, que constantemente está no topo do ranking de mortes provocadas por choque elétrico ficou em terceiro lugar em 2021, perdendo para São Paulo e Pernambuco, que ocupam a primeira e segunda posição, respectivamente, com 59 e 49 mortes. Ao todo, foram 674 óbitos decorrentes desse tipo de situação em todo o território nacional.

A faixa etária e o gênero que Luís pertence são os mais afetados pelos acidentes com eletricidade: homens, entre 21 e 50 anos. A explicação, segundo a Abracopel, é que esta é a faixa que mais realiza atividades na área elétrica. “É muito comum as pessoas acharem que os acidentes nunca vão acontecer consigo e correm o risco, mas esquecem que na grande maioria dos casos, a eletricidade não lhe dá uma segunda chance e, com isso, acabam se acidentando”, alerta Edson Martinho, engenheiro eletricista e diretor da Associação.

Alerta

Idosos e mulheres também são vítimas de acidentes com choque elétricos, por isso é importante ficar atento aos fios desencapados, condutores mal isolados ou em contato com carcaças, além de cuidar das crianças para que elas também não sejam vítimas.

“Quase 100% destes acidentes poderiam ter sido evitados, se as pessoas fossem mais informadas a respeito dos riscos que a eletricidade oferece quando não é respeitada”, alerta Martinho.

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias