Quarta, 18 de Maio de 2022
Bahia Salvador

Chuvas fortes causam estragos e terra desliza em Jardim Cajazeiras

Quatro casas ficaram destruídas com o impacto da terra. Codesal recebeu mais de cem solicitações nas últimas 24h, e frente fria do Sudeste ainda deve atuar em Salvador

11/05/2022 08h28
Por: Redação Fonte: Tribuna da Bahia
Foto - Reprodução Tribuna da Bahia / Romildo de Jesus
Foto - Reprodução Tribuna da Bahia / Romildo de Jesus

Os moradores da 2ª Travessa Juracy Trindade, no bairro de Jardim Cajazeiras, começaram esta terça-feira (10) calculando os prejuízos depois de um deslizamento de terra, provocado pelas fortes chuvas que atingiram Salvador durante a madrugada. O impacto da terra atingiu quatro casas e chegou a danificar a via. A reportagem da Tribuna da Bahia esteve no local durante a manhã e viu que o estrago foi grande: restou apenas um pequeno trecho da travessa, que é sem saída, dificultando o acesso e trânsito dos residentes do local. Moradores das casas atingidas pelo deslizamento tentavam salvar roupas e outros objetos importantes antes de deixar os imóveis, carregando baldes e sacolas retornáveis, em meio ao lamaçal e aos pedaços de asfalto rachado.

Não houve feridos. Além das quatro residências destruídas, outras oito estão com risco de desabamento. Funcionários da Secretaria de Manutenção da Cidade (Seman) foram deslocados até o cenário do deslizamento, onde uma lona foi colocada a fim de conter um novo avanço da terra. Uma equipe da Defesa Civil de Salvador (Codesal) também compareceu à travessa para avaliar as condições dos imóveis e da via, para que as devidas providências sejam tomadas. Neste momento, as famílias não ficarão desassistidas. “Foi feita a evacuação temporária, e elas receberão o auxílio-moradia da Prefeitura”, disse o engenheiro da Codesal Antônio Figueiredo. A Secretaria de Promoção Social e Combate à Pobreza (Sempre) já coletou os dados desses residentes para que recebam o benefício.

A 2ª Travessa Juracy Trindade fica a pouco mais de 1km da Rua Maria José Gonçalves, que faz parte das 151 áreas de risco atualmente mapeadas pela Codesal em Salvador. O diretor da Defesa Civil Sosthenes Macêdo disse ter providenciado com os órgãos ligados à pasta a retirada do material que deixou a travessa intransitável. Será construído um novo acesso ao logradouro para os moradores, cujo projeto será avaliado pela Secretaria de Infraestrutura (Seinfra). Para que não aconteçam ainda mais prejuízos aos residentes das casas próximas, será realizada a demolição dos escombros das construções desabadas, através da Secretaria de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur). O Centro de Monitoramento e Alerta da Defesa Civil (CEMADEC) emitiu ontem um alerta de risco moderado para deslizamento de terra em Salvador. Com isso, as equipes da pasta seguem de plantão para atender aos moradores em caso de novos incidentes.

Mais estragos

Durante toda a terça, a Codesal recebeu mais de cem notificações das oito prefeituras-bairro de Salvador por conta das chuvas. As ocorrências principais foram as ameaças de desabamento de imóvel ou deslizamento de terra, além dos deslizamentos consumados. As prefeituras Subúrbio/Ilhas e Pau da Lima, região que compreende a 2ª Travessa Juracy Trindade, foram as que mais relataram incidentes. De acordo com a Defesa Civil da capital, essa chuva já estava prevista por conta da ação de uma frente fria vinda do Sudeste, que deixou o tempo instável desde o domingo (08). Em Jardim Cajazeiras, onde o deslizamento aconteceu, foi registrado um acumulado de 39,6 mm nas últimas 72 horas.

Previsão

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) colocou um aviso de perigo potencial para algumas regiões da Bahia por conta dos acumulados de chuva. Além de Salvador e Região Metropolitana, territórios como o Nordeste, o Sul e o Centro-Sul baiano podem sofrer com temporais de até 50 mm por dia. O órgão meteorológico alertou ainda para a possibilidade de pequenos deslizamentos nas chamadas ‘áreas de risco’. Na capital baiana, onde as temperaturas devem ficar entre os 22° e 28°, o tempo deve melhorar a partir desta quinta-feira (12), quando o céu estará com sol entre muitas nuvens; a chuva até pode acontecer, mas de forma isolada.

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias