Quarta, 18 de Maio de 2022
Polícia Operação Policial

Draco desfaz grupo envolvido em sequestro no interior

Uma mulher teve o mandado cumprido em Nazaré, três homens já estão no sistema prisional e outras duas pessoas estão sendo procuradas

13/05/2022 07h35
Por: Redação Fonte: SSP-BA
Foto - Divulgação SSP-BA
Foto - Divulgação SSP-BA
O Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) identificou os envolvidos no sequestro de mãe e filha, de 87 e 40 anos, ocorrido na cidade de Aratuípe. Uma mulher, de 26, namorada do líder do grupo e que recebeu valores referentes ao crime, teve o mandado de prisão preventiva cumprido, na quarta-feira (11), na cidade de Nazaré.
O crime ocorreu no dia 9 de abril, quando as vítimas tiveram a casa invadida pelos suspeitos, na localidade de Prata. Os criminosos obrigaram a mãe e a irmã de um empresário de Aratuípe a seguirem com eles para o distrito de Maragogipinho, onde foram mantidas reféns. 
 
“O grupo extorquiu a quantia de R$ 5,7 mil das vítimas, liberando-as no dia seguinte, em Nazaré”, informou o delegado Odair Carneiro, à frente da operação que resgatou a idosa e sua filha.
 
O líder do grupo criminoso, que ordenou todas as ações, o negociador do resgate e o intermediador das negociações, que forneceu a conta bancária para pagamento e redistribuiu os valores, são internos do sistema prisional. 
 
A mentora do sequestro, uma mulher de 21 anos, é parente das vítimas. “Ela, que já teve a prisão decretada e está sendo procurada, fez o levantamento da rotina de mãe e filha e passou todas as informações para outros envolvidos”, destacou o delegado.
 
Um dos homens que invadia a casa das vítimas também está com a prisão decretada. O outro morreu durante confronto com os policiais. A ação contou com o apoio de equipes da Coordenação de Operações Especiais (COE), da Delegacia Territorial (DT) de Nazaré e da Polícia Penal.

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias